Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Médica em Construção

Ai, ser caloira...

Foi em 2019 que entrei em Medicina.

Não vou mentir, os primeiros três meses foram incríveis. Vi-me finalmente num ambiente com o qual me identificava, com colegas com os mesmos interesses e projetos que eu, e com múltiplas possibilidades. Sinto que as circunstâncias me obrigaram a crescer de várias formas: tive de sair da minha bolha e comunicar para fazer novas amizades, tive de ultrapassar o meu medo de falar em público com apresentações orais semanais em Anatomia, e tive de perder o medo de falhar.

Sim, porque se estão à espera de ter dezoitos e vintes, não vai acontecer. Pelo menos no primeiro ano. A quantidade de informação que temos de interiorizar para um exame é superior a toda a matéria do secundário, e é um grande choque. Temos mais matéria do que tempo para estudá-la, e é aí que entra o saber como estudar.

Gostaria de dizer que gostei das unidades curriculares do primeiro ano, mas as únicas que realmente me interessaram foram a Anatomia e Histologia, pelo simples facto de serem as mais próximas com as ciências humanas. Não é que não goste de biologia, ou química, mas tinha pressa de conhecer mais sobre o assunto pelo qual me candidatei.

Apesar de tudo, senti que o primeiro ano foi um ano em que tudo se memorizava. Não há uma lógica em anatomia, nem em qualquer outra cadeira. Temos de memorizar nomes, posições, imagens. Tudo parece igual, ou parecido. Não é fácil.

Porém, se tudo já era complicado, ainda mais se complicou quando o nosso querido amigo Covid-19 se juntou à festa. As aulas passaram a ser todas online, e por muito que os professores se esforçassem para compensar a falta das aulas práticas, era muito difícil. Como se aprende em anatomia sem ver os modelos reais? Como se replica uma aula laboratorial por Zoom? E aqui sim, senti-me ir abaixo. Já não suportava estar sozinha, fechada entre 4 paredes, a estudar para exames que nem pareciam reais.

Apesar de tudo, foi um ano de descobertas, e não seria a mesma se não tivesse sido da forma como foi.

E vocês? Como foi a vossa experiência no primeiro ano da faculdade? Como lidaram com o Covid-19?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub